De 2012 a 2018, estima-se que o número de vegetarianos no Brasil subiu cerca de 75%, com cerca de 30 milhões de brasileiros se considerando adeptos a essa opção alimentar, atualmente. Com tantas pessoas aderindo ao modo de vida sem carne, as ceias de Natal das famílias precisam ser adaptadas.

Diante disso, David Wiener, especialista de nutrição do Freeletics, aplicativo de exercícios físicos e nutrição com uso de inteligência artificial, dá algumas dicas práticas para preparar uma ceia de Natal vegetariana, ou adaptar a tradicional ceia da família para o seu novo estilo de vida, sem perder em sabor.

1. Aproveite o recheio

Uma das tradições favoritas da refeição de Natal é rechear uma carne assada. São muitas as opções de recheio: farofa, batatas, cogumelos e diversos legumes – como brócolis ou cenoura.

A dica para os vegetarianos é aproveitar o recheio, sem a carne. Caso a ceia seja compartilhada com quem come carne, basta reservar uma parte do recheio para comer separadamente.

2. Batatas são versáteis

A batata é um dos alimentos mais versáteis para quem não come carne. Ela pode ser aproveitada de diversas formas. Assada, frita, cozida ou até mesmo como um purê, ela torna-se um acompanhamento perfeito e fácil de fazer para a ceia de Natal. Investindo em temperos o prato com batatas fica ainda mais sofisticado.

3. Aproveite os ingredientes típicos

Para garantir que a ceia refeição tenha o sabor familiar de Natal é preciso acionar os clássicos: canela, cravo, nozes e frutas secas são o segredo. Para que não estejam acompanhados de carne, eles podem ser adicionados na salada, arroz ou até mesmo nos legumes.

4. Molho vegetariano

Outra atração natalina é o molho feito a partir do caldo que a carne libera quando é assada. O vegetariano pode adaptar essa receita fazendo um caldo de legumes para servir como base do molho.

Em uma panela, refogue cebolas até caramelizarem. Acrescente, cogumelos, uvas passas, se desejar, e extrato de tomate. Aos poucos, adicione o caldo de legumes e ferva a mistura até reduzir. Tão apetitoso como o original, esse molho vai dar vida à refeição.

 

5. Transforme os vegetais na atração principal

O mais comum é usar os vegetais como acompanhamento, mas para quem aderiu a um estilo de vida sem carne, é preciso transformá-los na atração principal. Assando-os com ervas frescas e mel e raspas de limão ou laranja, por exemplo, é possível dar um toque extra de sabor nos legumes e a variedade é bastante ampla. Abóbora, cenoura, repolho, berinjela ou abobrinha são apenas algumas opções.

Fonte: assessoria de imprensa